Mostrar mensagens com a etiqueta decoração. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta decoração. Mostrar todas as mensagens

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Já é Natal cá em casa!

Luzinhas, árvore na parede, casinhas de cartão, coroas, suportes para velas, vinil no vidro da sala, uma mini-árvore em cartão, um calendário do advento e palavras com aquilo que mais importa nesta época. Dito assim, parece muita coisa, mas acho que as nossas decorações de Natal estão tal e qual o que eu queria: simples, minimalistas, especiais. Desafiei a querida (é mesmo querida!) Filipa da Momentos Com Design a deixar a nossa casa mais bonita e ficou tudo ainda melhor do que eu tinha imaginado. Está acolhedor, mágico. Nesse mesmo dia tive cá amigos a jantar e queriam levar tudo para casa deles. É que nem pensar. Podem encomendar alguns destes elementos na página do Facebook da Filipa e contratá-la para decoração de festas, de eventos: ficam tão bem entregues, palavra!

Para retratar este ambiente, claro que não podia cá faltar a Joana Bandeira do The Love Project, que vai acompanhando o crescimento destas garotas e registando os momentos mais importantes das nossas vidas. Uma excelente prenda de Natal é um voucher com uma sessão The Love Project para oferecer! Fica a sugestão.


Preparados para 30 fotografias, no mínimo, com espírito de Natal? Ho-ho-ho!

Os vestidos deste Natal são da Kolor Kids
  Laços Lemon Hair Lovers

















Só para avisar que eu "estraguei" esta árvore de natal na parede fantástica, pondo-lhe uma gambiarra preta, ok? Mas à noite fica bonito!










Olhem só os fofos.










Sigam-me também aqui: 

a Mãe é que sabe Instagram

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Sou uma farsa.

Não sou blogger, sou uma farsa. Blogger no sentido que mais vejo a ser-se blogger hoje em dia (no meu circuito de pessoas e interesses, claro) é ter uma noção de estilo muito própria ou, então, ter um prazer incrível a ver tudo o que outras bloggers fazem e ter uma espécie de condão que, ao unir tudo, parece que o resultado é sempre uma casa de catálogo. Ou uma modelo. Que nervos.


Quando estava junta com o pai da Irene, a ideia era deixarmos de morar em minha casa. Estávamos a construir uma casa juntos e com todo o tempo e impedimentos que isso demora ou tem, não podia tratar a minha casa como casa. Estava sempre à espera de saber o que é que nos ia acontecer. Não gostava desse sentimento, dessa falta de controle e de não poder investir nesta casa sabendo que seria um desperdício de dinheiro.

Felizmente assunto arrumado. A Irene e eu vamos ficar aqui durante muitos anos e, por isso, está na altura de completar a casa. 
Perguntei-lhe, sabendo a resposta claro, qual era a cor que ela queria no quarto e foi: cor-de-rosa com brilhantes!

Avisei-a que os brilhantes eram bastante improváveis, mas afinal não! Não se conseguem ver bem nas fotografias, mas a parede das riscas está cheia de brilhantes lindos que, quando bate a luz, ficam mesmo... encantadores. 





Luz de presença da Mr. Wonderful


O que mais me surpreendeu foi o serviço da Pigmenti Total. O Pedro, dono, é um amigo meu. Certifiquei-me com ele de que tudo o que correu cá em casa era procedimento normal dos empregados (quem me pintou o quarto da miúda foi o Miguel, um primo dele, um querido) e é. Não me sujaram minimamente a casa. Tudo muito bem isolado, protegido, varrido e limpo. Não fosse o cheiro a tinta durante uns dias (lá teve a miúda que dormir comigo - que chatice #soquenão) e quase nem repararia que tinha havido "obras". 

Este trabalho é tão simples para o Pedro que acho que até ficou algo decepcionado, ahah. Ele é para o arrojado no que toca a projectos e mostrou-me possibilidades super interessantes e modernas. Acho que desde que se sonhe, é possível. Até tinta de ardósia às cores ou mesmo tinta para fazer as estrelas que brilham no quarto em vez dos autocolantes que também se notam durante o dia.

Tomei balanço e aproveitei para dar um toque tanto na parte da secretária na sala de jantar (a casa sempre foi um T2 porque não queria ter filhos, o escritório é agora o quarto da Irene que viram ali em cima) como no corredor do hall. Nem imaginam a minúcia das garotas (simpáticas) da Triângulo d' Ideias... Mediram tudo ao milímetro. Que profissionalismo, lá está, recomendação do meu amigo Pedro. 



Isto é uma piada privada (para mim, já que é a minha casa, faz sentido). No meu trabalho, como criativa, estão sempre a pedir-me soluções "fora da caixa", "disruptivas" e "fun". No fundo, depois, até nem querem, mas gostam de pensar que sim. Mas pronto, é linguagem comum da malta que pede coisas. Faz-me rir. A parte de ser vinyl e não viníl foi para ser ainda mais disruptivo, ahah. 

Simples e a password só eu sei o que é (por acaso já me esqueci, mas a ideia era boa, tenho a certeza que sim, devia ser tão disruptiva e fun que me esqueci)

Quase que parece quarto de filha de blogger? E a casa, também? Sei que um dos truques é puxar o branco ao máximo para não parecer que moro numa casa antiga, isso fiz. :)

Ficam as recomendações da Pigmenti Total e da Triângulo d'Ideias para as vossas febres de Querido Mudei a Casa, mas sem ter o Gustavo a vendar-vos (o que poderá ser bom ou mau consoanate os gostos e horas de sono, ahah).


Querem que convença esta malta a fazermos um passatempo e oferecer um vinil e um quarto a alguma de vocês? Estariam interessadas? ;)



a Mãe é que sabe Instagram

quinta-feira, 13 de julho de 2017

4 sugestões giras para o quarto dos vossos filhos.

Sinto que o quarto delas está em eterna construção, qual Sagrada Família, mas sabe bem ir mudando algumas peças de decoração, brinquedos e livros (já andava a enjoar um bocado os da Patrulha Pata). 

1) Já temos uma colecção considerável de almofadas, mas, para já, não são demais. Agora que a Luísa dorme ali e partilham a cama (contei-vos aqui a novidade), forramos a parede e o chão com elas e, quando estão na cama durante o dia, acaba por funcionar como um sofá confortável. 

Unicórnios Let it Sweet

Almofada dos pandas Ternurinhas de Pano

2) Instrumentos musicais, apesar de me cansarem um bocadinho (alguém me cale o órgão na cozinha, pff!), são uma excelente forma de eles explorarem músicas e improvisarem. Esta guitarra nova é uma delícia (pelo menos enquanto não dão com ela na cabeça uma da outra).

Guitarra Fragosa
Vão estando atenta aos stories que todos os dias estas duas dão concerto


3) Livros nunca me parecem a mais. Adoro contar-lhes histórias (contamos todas as noites antes de dormir desde os 5 meses da Isabel - a Luísa ainda não liga muito) e é o que realmente gosto de coleccionar (acho o melhor presente de todos) e gosto de variar. 

Descobre o caminho no fundo do mar / o caminho na Selva (jogo/mapa interactivo) - Booksmile ( 20|20 Editora)







Histórias da Princesa Poppy - Booksmile ( 20|20 Editora)






4) Acessórios pendurados na cama e no tecto, que miúdo não gosta? Na minha adolescência punha autocolantes daqueles que brilham no escuro no tecto e nas paredes. Agora elas têm uma grinalda de bolas, uma de estrelas e umas nuvens queridas penduradas na cama.

Nuvens Cloudish







Vejam aqui:
Sigam-nos no instagram aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este.
Enviem-nos um mail  à vontade.

Já dormem as duas juntas!

Custou até tomar esta decisão mas foi. Quando estávamos em Barcelona, experimentámos pô-las a dormir em colchões no chão no mesmo quarto e a Luísa, que andava a acordar de 2 em 2 horas, fez 4h-3h e pareceu-nos uma eternidade a dormir e soube-me a cura de sono (até acordava durante a noite com medo de não a estar a ouvir... como se isso fosse possível). E elas pareceram gostar de adormecer juntas! Por isso, decidimos que quando voltássemos a casa, tentaríamos pô-las no mesmo quarto. Não correu tão bem quanto nas férias, mas continuaremos a tentar. Dormem as duas na mesma cama, uma em cada ponta. Não li nada sobre isto, foi o que nos pareceu fazer mais sentido (para não se atropelarem nem acordarem tanto) e para, caso seja preciso, eu ir lá dar-lhe mama, tendo espaço para me deitar.
 
Confesso que as viagens até lá me matam aos bocadinhos e que, para dormir melhor, a trago para a minha cama no último ciclo da noite (da manhã, mais propriamente), que é quando dorme melhor, e eu, por conseguinte, também.

Não sei se vai melhorar, se voltaremos a trazê-la para o nosso quarto: não sou de decisões definitivas, se achar que não nos está a fazer bem a todos, darei um passo atrás.

Sabe bem estar no quarto à noite a ver séries (ou a babar-me toda a tentar ver séries) de mãos dadas. Sinto que reconquistei essa parte e soube-nos bem. Mas, convenhamos, dormir está em primeiríssimo lugar. Não vamos desistir já, não vamos. Vamos ver como corre. Para já aguenta-se bem.




Vejam aqui mais:


Tenho coisas novas no quarto para vos mostrar: almofadas, nuvens lindas, uma guitarra e livros. Já está aqui: Sugestões giras para o quarto dos miúdos.


Sigam-nos no instagram aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este.
Enviem-nos um mail  à vontade.

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Descobri o melhor espaço para festas especiais!

Sei bem que não é fácil encontrarmos espaços à altura de uma festa especial: um baptizado, um casamento pequeno, uma festa de anos diferente, um evento empresarial. Encontrei um que reúne tudo: vista, piscina, catering, simpatia... É na Parede, perto de Lisboa, e chama-se Casa dos Cedros. Foi lá que festejei os meus 31 anos na companhia de amigos. 
Saímos de lá com a certeza de que lá havemos de voltar: dois amigos já lá vão fazer as festas de anos (imitadores).

Apesar de não termos desfrutado da piscina (só um corajoso lá foi), estava-se mesmo bem, nos puffs a ouvir uma música chill out. Lá dentro, as mesas com queijos, enchidos, fritos, fruta para irmos petiscando antes do jantar (e uma sangria óptima, sumo de morango, água aromatizada). Lá fora, as mesas postas para o jantar: entradas (provei o gaspacho, bem bom), bacalhau com natas (delicioso!) e arroz de pato (disse que já não conseguia comer mais, mais foi até ao último bago de arroz). Depois, as sobremesas bem boas, com aquele conforto de estarmos a ser servidos com toda a simpatia e concentrados apenas no que é importante: os amigos. 
Estava tudo melhor do que imaginei (mentira, imaginei-me na piscina até às 23h mas o tempo lixou-me), o espaço é mesmo bonito e a festa foi tranquila, deu para conversar à vontade (não havia crianças eheh) e senti-me muito feliz. 

Vejam lá, não vos parece bem?


























Espaço, decoração e catering - Casa dos Cedros Eventos

 Ganda 31!

Sigam-nos no instagram aqui 
a mim também aqui e à outra Joana aqui.
O nosso canal de youtube é este.
Enviem-nos um mail  à vontade.